domingo, 20 de setembro de 2009

UMA CARTA PARA MIM























São Paulo, 11 de julho de 1983.



Márcia,


Hoje você completa 21 anos. O tempo passou rápido demais ? Você se lembra quando era ainda uma garotinha de 8 anos? Nossa, como você era danada ? A sua mãe não dava conta de você não...vivia fugindo de casa pra ir brincar com os meninos maiores e o seu negócio era jogar bolinha de gude e juntar figurinha pra depois negociar com os meninos as que eles não tinham e assim ganhar umas moedinhas pra poder comprar paçoquinha, que sempre foi o seu doce preferido. Fazia seus próprios carrinhos de rolimã e ainda ajudava os irmãos a fazer os deles... Seus irmãos sempre foram mais comportados do que você e por conta disso nunca apanhavam da mãe, enquanto que você...ai...voce era uma surra por dia... Sua mãe sempre quis te dar uma boneca, mas você dizia que não queria...não gostava de brincar de casinha, queria ser livre, pular cerca dos vizinhos, entrar nas fazendas vizinhas pra roubar frutas e quantas vezes sair correndo das vacas que ficavam pastando nas fazendas...assim você foi crescendo e com o tempo foi se tornando uma pessoa doce, amiga, companheira e sabia mostrar o grande coração que tinha. Sempre foi o xodó do papai...ele era o seu herói...lembra quando você queria ir pra discoteca, isso já com quinze anos e sua mãe não deixava? você corria pros braços dele, sentava no colo e toda dengosa pedia pra ele falar com ela e deixá-la ir? e voce conseguia tudo com ele ? Até os namoradinhos que você arrumava ele depois de conversar bastante sobre as coisas certas e erradas, sim porque ele era seu melhor amigo, você depositava nele uma confiança que ninguém mais era merecedora... ele sempre dava um jeitinho das coisas saírem bem.. Nessa época você já tinha se tornado mais feminina e já gostava de bichinhos de pelúcia, já tinha algumas bonecas da época...tudo num quarto só seu...ali era seu mundinho.. e você continuou crescendo, começou a trabalhar, sempre muito independente... todos perguntavam a quem você tinha puxado, pois tudo o que você queria, corria atrás e conseguia...você era danada mesmo. Sempre teve personalidade forte e isso assustava um pouco seus namoradinhos.. e olha que foram muitos viu!!! Você chegou a ter dois namorados aos mesmo tempo...mas tinha a cabeça muito no lugar... sabia o que estava fazendo. Assim você continuou crescendo até chegar ao dia de hoje...onde com certeza sua mãe estará te esperando para te dizer um monte de coisas...afinal, hoje você se tornou independente por idade...21 anos...nossa, você queria tanto ? Sua mãe lhe disse palavras lindas e você se emocionou a ponto de ir para o trabalho chorando..... Ela te disse que você sempre foi uma filha danada, porém, que você, se tornou uma mulher muito consciente do que a vida é e que você estava preparada para enfrentar o que viesse a sua frente... disse que apartir daquele dia a sua vida seria apenas e tão somente controlada por você mesma e que Deus lhe desse toda sorte e felicidade do mundo. Hoje, quero que você saiba, que muitas coisas você passará em sua vida... se casará, terá filho, terá decepções no seu casamento, mas também viverá muitas coisas boas...encontrará o verdadeiro amor de sua vida, não importa quando, mas encontrará, fique certa disso, viverá longe dos seus e isso lhe trará muitos sofrimentos e saudades, seu filho crescerá, criará asas e voará para conhecer o mundo através do bem e do amor de Deus e você viverá para ver seus netos ...Você sempre foi muito transparente e verdadeira o que de alguma forma te ajudou , mas em outra atrapalhou um pouco, porque você sabe que pessoas não gostam de ter as verdades ditas assim na lata como você sempre fez, mas você sempre se manteve firme e nunca deixou de ser voce mesma para agradar ninguém, até porque mesmo sendo muito franca nas suas opiniões, você nunca deixou de usar a educação que aprendeu dos seus pais.

Você deve estar perguntando quem sou eu que sei tanto assim de sua vida não é mesmo? Pois eu sou você Marcia, escrevendo para te lembrar todas essas coisas... para que você continue lutando por seus ideais e nunca....mas nunca mesmo se esqueça de quem você é. Quando você estiver com 47 anos, você deve ler novamente essa carta e se possível mostrar as pessoas que você ama para que eles também possam saber um pouquinho ou muito do que você é.

Bem, eu já vou terminando esta carta, e desejo que você seja muito feliz... que aos 47 anos você esteja igualzinha, claro mais madura, sábia e que o amor ainda seja a palavra chave de sua vida.

Beijos

de mim para mim mesma.


Pessoal espero que gostem e olha foi muito bom escrever pra mim mesma... limpou a alma...

Bjs


23 comentários:

Nade disse...

Que carta linda! Que retrospecto perfeito, recheado de muita superação e intensidade...
Confesso que, quando menina, parecia mais um menino de tão danada que eu era... Me vi nas suas tão descritas linhas...
Estou aqui boquiaberta com a lição de vida colocada aqui a todos com quem você a divide...
Tenho certeza que és uma mãe que tem muito orgulho dos filhos!
Bjs

Natasha Dias disse...

Que linda sua participação... que vc continue cada dia mais inspirada.. iluminada... adorei tudo aqui !!! Parabéns!
Desejo a vc uma semana maravilhosa!!!!

EXAGERADO disse...

Oi,linda
Parabéns!Vc fez uma resenha perfeita de vc mesma,que nos proporcionou conhecê-la bem.Adorei!
Também estou nessa,mas com meu jeito irreverente de ser...

Grande abraço

Renata Nogueira disse...

Márcia, tenho percebido, à medida que vou lendo as cartas, que elas estão funcionando como uma catarse para os participantes.
Parabéns!
Beijão

Elaine disse...

Márcia,
Lava a minha alma ler coisas assim.
Sua carta tem uma peculiaridade: fala de uma moça equilibrada e feliz desde sempre. Que linda você é!
Muito obrigada por dividir sua vida comigo.
Beijos.

Mari Amorim disse...

Parabéns,pela participação gostei muito
um grande beijo
Mari

Christi... disse...

Muito bacana poder ler tua carta.

beijão
Chris

João Olavo-Traços de um homem disse...

Uma linda participação...
Sempre bom conhecer quem escreve.
Bjs

Dalva disse...

Márcia,

essa blogagem mexeu com nossos sentimentos... estou adorando participar. Parabéns pela postagem... linda!

Também estou participando... Se puder, dá uma passadinha, gostarei da tua visita!

Bjs.
Dalva

Ursinhu da Juh =] disse...

Mae ta linda voce é lindaaaaa voce é um exemplo =]


bjuuu
fica com DEUS =]

Natasha Dias disse...

LINDA VIM AGRADECER SUA VISITA E DEIXAR A VC O ENDEREÇO DO BLOG ONDE EU PUBLIQUEI MINHA CARTA ... JÁ QUE VC VISITOU O BLOG QUE EU ACABEI DE INAUGURAR.. RSRS
DEIXO AQUI O CONVITE PARA QUE VISTE O "MEU MUNDO" http://natashadias.blogspot.com
BEIJINHOS

Jane Murback disse...

Marcitcha, sempre arrasando nas cartas!
Estava louca pra ler essa que vc acabou de postar, muito linda, parabéns.
Bjo

Tempestade disse...

Márcia,
Todos nós estamos lavando a alma com nossas cartas.Uma oportunidade ímpar que a Elaine nos concedeu.
Adorei sua carta e sua lição de vida, sei que é o orgulho da sua família com certeza.
Beijos Tempestuosos!

Luma disse...

Me vi na sua carta, também era muito arteira na infância, depois criei juízo!! As etapas da nossa vida, que nos prepara para os obstáculos, que nos dão alicerce para sustentar nossa esperança, em querer construir um mundo mais digno e poder repassar amor, principalmente. Não deixei de ler o comentário da sua filha e achei lindo ver as duas blogando!! Beijus

Andreia disse...

Marcia parabéns pela tão elucidada carta! Tua vida sempre foi muito feliz e que continue assim!
Adorei tua carta. Doce beijo...

Ivana disse...

Márcia, parabéns pela sua carta. Cheia de emoção e verdade. E que pai maravilhoso... Eu também adorava paçoquinha. E olha, sempre apanhei mais que meu irmão e pelo mesmo motivo... Que bom que a gente cresce, aprende e pode lembrar de tudo com amor.
Beijo.

selmartes disse...

Oi...,vim visitar você e conhecer seu kantinho...parabéns pela carta e pela participação.Beijos de luz.maria selmadr.blogspot.com

Carolina disse...

Que bonita a sua trajetória recheada de muito amor.

bjos

Dri Viaro disse...

Uma semana cheia de coisas boas pra vc
bjs

A Madrasta Má disse...

Deixo aqui o meu desejo sincero de que sempre: "o amor ainda seja a palavra chave de sua vida"... Parabéns! bjinhos da Madrasta!

Compondo o olhar ... disse...

isso msm... dá uma leveza imensa na alma!!! não pensei q seria tão bom... bela participação, adorei!!

bjocas

ps: tbm participo, dá uma olhadinha lá.

(Carlos Soares) disse...

Tenho certeza que a menina soube crescer.

Ana Amélia disse...

Gentem, que coisa,hen?!
Vc já pensou em escrever um livro?
Ficou ótimo mesmo, amei demais....
Beijão!

P.S. Vou experimentar a linhaça...
E....
Pode tomar o chá verde, DONA!!!! rss