quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Mesmo com pouco pode ser feliz.....

Eu ouvi essa frase hoje de uma criança rica, atriz mirim da rede globo...quem assistiu sobre o Criança Esperança deve ter ouvido também.
Ai, fique pensando... essa criança disse uma grande verdade...Vamos a uma pequena estória:
Havia uma familia composta de mãe, pai e três filhos..na verdade foram quatro, mas uma infelizmente Deus chamou de volta... Essa família era muito pobre. O pai vinha de uma família rica, mas por ter conhecido o amor de sua vida e lutado por ele, foi deserdado, pois a familia queria que ele se casasse com uma moça de familia rica também. A mãe, vinha de uma familia paupérrima e perdeu a mãe muito cedo, tinha quinze anos e seis irmãos pequenos para criar. Eles se conheceram porque ela foi trabalhar na fazenda da familia dele. Ela já com dezoito anos, mas sem nenhum conhecimento da vida..totalmente sem orientação de uma mãe . Eles se apaixonaram perdidamente e começaram a namorar. Ela engravidou... imagina há muitos anos atrás o que isso significava pra uma mulher...Quando a familia dele descobriu a gravidez queriam que ela fosse mandada embora da fazenda e  o pai dela a colocou pra fora de casa. Precisaram fugir da fazenda com a ajuda do Administrador e se casaram. Enfrentaram a tudo e a todos. Mas e agora? onde iriam viver? como fariam para criar aquela criança? Decidiram ir pra uma cidadezinha do interior de São Paulo e chegando lá, ele conseguiu um quarto  num cortiço...e foi buscar trabalho para poder pagar o aluguél. Ali, naquela cortiço nasceu o primeiro filho... nasceu a segunda criança..era uma menina... e o pai nessas alturas tinha conseguido um emprego numa empresa alimenticia muito conhecida e boa e então o casal comprou um terreno, ele trabalhava durante o dia na empresa e ela trabalhava na obra de construção da casa...a noite os dois ainda trabalhavam um bocadinho mais pra adiantar a "obra". As duas crianças não tinham sapatos, usavam roupas usadas, velhas, mas muito limpinhas e remendadas..a mãe era um primor..muito cuidadosa...Não tinha comida boa, não tinha natal, não tinha nada , porque  o dinheiro que o pai ganhava ia pra construção da casa. Mas tinha uma coisa que superava a falta das outras...MUITO AMOR...era um casal que amava os filhos acima de tudo...ensinava tudo o que é de bom e acima de tudo o respeito e humildade.
O tempo foi passando, a casa ficou pronta, se mudaram... mas a menininha fugia todos os dias para o cortiço...lá era o lugar que ela amava...tinha passado cinco anos de sua pobre, mas feliz vidinha ali..junto de pessoas que igual a ela não tinham dinheiro...mas tinham muito amor e carinho para distribuir a quem deles necessitasse.
O pai recebeu promoção, foi melhorando de vida...ai já tinha nascido mais um menininho... logo depois outra menininha...que acho que  preferiu ficar no céu e voltou pra lá...e o amor naquela familia era visto e admirado por todos... o pai completou quarenta anos e foi pra faculdade, a mãe que nunca tinha conseguido aprender a  ler e escrever por conta de uma pancada na cabeça quando pequena, tinha o cuidado de certificar a cada dia que seus pequenos estavam estudando e aprendendo, pois ela sonhava em ter os filhos formados e "alguém na vida"... Ela conseguiu ver seu sonho realizado e os filhos cresceram, se formaram na faculdade e foram viver suas vidas....
Essa estória é da minha familia... meu pai, minha mãe , eu e meus irmãos...e eu contei aqui porque eu acredito fortemente que se pode ser feliz sim com pouco...desde que o pouco seja material... porque o AMOR sendo muito vence qualquer barreira.
Beijos carinhosos a todos....

13 comentários:

Rosana disse...

Amiga linda do meu coração, saudade.... adorei, me emocionei e é a pura verdade, eu meus irmãos e meus pais, também fomos felizes com pouco, MATERIAL, mas com tanto amor, como poderíamos deixar de sermos felizes? O problema é quando "alguém", não está disposto a viver, não digo apenas de amor, pois barriga vazia não sobrevive, mas estar disposto a viver com o pouco, sem o padrão que se exige por ai, viver, ser feliz, acreditar nessa possibilidade, poucos, alguns preferem não abrir mão do que resta, ainda que isso seja uma humilhação constante do que reaprender a viver de uma forma mais humilde, e ai, deixam para trás a possibilidade de ser feliz, pena amiga... beijos em seu coração, adorei seu texto, que Deus continue a abençoar sua vida.


RÔ!

Mahria disse...

Nossa que história bonita, cheia de amor de verdade.
Deve ter orgulho de contar-la.

Bjs
Mah

Marilu disse...

Querida amiga, concordo totalmente com você, cresci em uma família muito pobre, com uma série de problemas de doenças...mas nunca faltou amor...nesse último dia dos pais postei uma homenagem ao meu pai, descrevendo um pouco de como ele era..Graças a Deus tive pai e mãe, que me deram muito carinho e amor...Beijocas

Lilian Gratti disse...

Marcia, q lindo!
História digna de livro, filme... sucesso, superação, amor... mto amor!
Parabéns!
Bjs
da Li

:: Nanda :: disse...

Estava conversando com minha colega de trabalho sobre felicidade e dinheiro.
Temos um advogado super novo que está ganhando rios de dinheiro mas está super infeliz.
Comentei que prefiro meu dinheiro contado a uma vida cheia de luxo mas pobre de amor! amor próprio.
Acho que vou escrever sobre isso.
Me surpreendi por seu post ser exatamente meu assunto da manhã, sintonia total.
beijos e otimo fim de semana!!!!

Tatiane Garcia disse...

Que lição de vida Marcia!!! parabéns pela linda família....!!!!

Vanessa Orgélio disse...

Que história linda amiga! Uma liução de vida com certeza!
Que Deus continue abençoando sua familia e concordo plenamente com voce! Quando o amor é muito, pode-se sim ser feliz com pouco!
Beijinhus!

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Eu só contribuo para o Teleton hehe... Faz muito tempo que não acompanho o Criança Esperança.. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

Chica disse...

Que linda e emocionante tua história.

Adorei e tens tooooooda razão...

Ninguém, precisa de frescuras riquezas e bobageadas mil pra ser feliz.

Poucas coisas grandes nos fazem mais feliz do que acordar e ter um amor ao lado ou ainda,ouvir passarinhos saudando o dia.

Quer mais?

Isso pra te mostrar que a felicidade é feita de pequenos momentos legais!

Um beijo e tudo de bom, lindo domingo, cheio de coisas boas,chica

Pri Rebicki Prestes disse...

como eh a historia de diego vaicasar?????
CONTA MELHOR!

Chica disse...

Adorei teu comentário por lá e tens razão de alertá-los.Is te escrever um email,mas não o tenho.beijos,tudo de bom,chica

Blog da Fatima disse...

Amiga que história linda, me emocionei, chorei mesmo. Ultimamente ando uma manteiga derretida, ando chorando por tudo. Mas enfim, uma linda história e uma bela homenagem aqules que com esforço criaram seus filhos. A menininha que voltava todo dia ao cortiço seria vc??
Realmente precisamos d emto pouvo para ser feliz, eu preciso só de saúde, já tá bom demais, o resto que vier é lucro.
Aparece lá no messeene...tenho saudades.

Bjos no ♥

disse...

Que pena que meu comentário não entrou, eu fiz comentário neste post ontem, não sei o que aconteceu.
Mas sua história é muito linda mesmo. bjss
Ah! Consegui levar seu banner.