sexta-feira, 8 de maio de 2009

MINHA MÃE...AMOR ETERNO

Mãe...te amo...Feliz dia das mães

Oi Pessoal...


Hoje quero falar da minha mãe...


Veio de uma família muito pobre...meu avô era um homem que não gostava de trabalhar e só sabia fazer filhos na minha avó que ganhava bebê num dia e no outro já estava na roça trabalhando pra poder alimentar os sete filhos. Por conta disso minha avó ficou muito doente e faleceu com apenas 35 anos. Minha mãe na época tinha 14 anos e passou então a cuidar dos irmãos que eram todos pequenos. Meu avô continuava não querendo saber de trabalho, então minha mãe saia pelas ruas procurando alguem que pudesse dar algum serviço pra ela para que pudesse sustentar os irmãozinhos. Ficava o dia inteiro com fome, não tinha sapatos e nem roupas pra vestir e usava sempre as roupas velhas e rasgadas que outras familias por pena dela lhe davam. Assim foi até que quando completou 16 anos, quando estava tirando água do poço, aquela manivela que tem a corda que puxa o balde soltou da mão dela e bateu violentamente na cabeça dela e ela perdeu os sentidos por dois dias. Foi levada ao médico e se recuperou, porém, um desvio ocasionado no cérebro causou danos e ela nunca pôde aprender a ler e escrever.


Com dezoito anos ela conheceu o meu pai numa fazenda onde ela trabalhava e morava. Como eles se apaixonaram, logo veio a vontade de se casarem e minha mãe então pediu para os meus tios viverem com meu avô, que na ocasião já havia arrumado outra mulher e levou com ela a minha tia que ainda era muito pequena. Casaram-se e continuaram trabalhando na fazenda, até que nasceu meu irmão. Nessa época meu pai estava conseguindo um emprego numa firma (CICA) e então eles sairam da fazenda e foram morar num cortiço ( pra quem não sabe é um lugar que mora um monte de gente no mesmo lugar e usam o mesmo banheiro). Ali nesse cortiço eu nasci...Como meu pai estava ganhando um dinheirinho melhor ele e minha mãe começaram a construir a nossa casa, minha mãe trabalhava durante o dia todo na constuçao e meu pai quando chegava do serviço trabalhava até altas horas da noite pra conseguir terminar logo a construçao.


Terminaram a casa e nós nos mudamos pra lá ( eu fugia todo dia e queria voltar pro cortiço...kkkk). Nessa casa depois nasceu meu outro irmão e minha irmã que nasceu e logo em seguida faleceu. A vida começou a melhorar e minha mãe sempre muito lutadora e amorosa com os filhos. Era engraçado que ela não sabia nem ler nem escrever , mas fazia questão que nós estudassemos e sempre comprava varios tipos de livros para que pudessemos ler e nos interessar pela leitura. Me lembro como fosse hoje, quando eu tinha uns doze anos ela queria que eu e meus irmãos soubessemos sobre educação sexual, mas ele tinha vergonha de falar , então naquela época passavam pessoas na rua vendendo enciclopédias e numa dessas ela comprou uma sobre educaçao sexual... num dos livros tinha um desenho de um homem com um pênis de todo tamanho...kkkkkkkk...todo mundo que chegava em casa a gente ia mostrar o pintudo....kkkkkkkk...era hilário... e minha mãe morria de vergonha.


Nós crescemos, estudamos e ela conseguiu formar todos os filhos...Era o orgulho dela dizer pra todo mundo que tinha um filho Engenheiro, Administrador de Empresas, Desenhista...Claro que não só ela...meu pai também foi um grande pai, muito honesto, trabalhador e muito dedicado a nós tambem.


Eu frequentava uma igreja e nessa igreja começaram aulas para adultos e eu fui convidada a dar aulas de alfabetizaçao. Claro que aceitei e no final do curso dentre os 53 alunos que consegui fazer aprender a ler e escrever estava ELA..MINHA MÃE...claro que devido ao problema dela foi mais dificil, mas com muito amor, carinho e dedicaçao ela conseguiu aprender o básico...mas não tem preço ver naqueles olhinhos já cansados a alegria de poder escrever o próprio nome....


Mãe, a senhora foi, é e sempre será meu exemplo de mulher... a sua humildade, simplicidade, amor ao próximo, caridade, fez da senhora uma grande mulher...exemplo para esta filha, que não cansa de dizer que te ama....estou vivendo distante da senhora, mas o coraçao nunca se separou...cada dia que nasce e cada noite que chega, eu oro a Deus pela sua vida, para que Ele cuide da senhora, lhe proteja e lhe dê muita saúde, pois cada vez que eu vou visitá-la a senhora me recebe como se fosse aquela garotinha que nunca cresceu....é tanto amor...tanto carinho...


O seu dia é todo dia, mas como foi convencionado o segundo domingo de maio para homenagear a todas as mamães do mundo, eu quero apenas acrescentar uma frase dentre todas as que te falo sempre: A Senhora é a melhor mãe do mundo...Deus lhe abençoe e proteja. A senhora me ensinou a ser a mãe que eu sou...obrigada pelo seu exemplo.

Meus maiores tesouros
Bjs

7 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Vi um comentário seu no blog da Dri e gostei do nome, daí vim conhecer. E caí no choro logo de manhã...Lindo texto, e sua mãe está me inspirando hoje...
Fique com Deus.

Elaine Cristina disse...

Que lindo Márcia, tô aqui chorando... Temos mesmo que valorizar nossas mães e depois que fui mãe, dou mais valor à isso...
Quero te desejar um Feliz Dia das Mães amiga, que vc tenha um dia muito feliz!!!! Amo muito vc!!!!

Elaine disse...

Olá!
Márcia, eu moro em São Joaquim da Barra, interior de São Paulo. Se você quiser, me envie um e-mail.
E muito obrigada, você não imagina o quanto estes gestos de apoio são importantes.
Beijos e fique com Deus.

Ana Elisa"Beth" disse...

Ai que texto lindo! Parabéns, pra vc e pra sua Mamy tb! Bj!

Princesa disse...

Sentir que somos importantes para alguém,
é simplesmente sentir a vida, o sonho,
principalmente se este alguém
é importante para nós.

um beijo

Giselíssima disse...

OI!
Olha eu qui de novo!
Encontrei vc porque vc está add como seguidora do blog da Gi!
Gente amei seu blog!
Amei a maneira como vc escreve, uma linguagem coloquial, fofa e envolvente.
A história de sua família é linda!

Me indentifiquei muito com vc, isso é bom.E raro.

= D Bom findi semana again.

CHRIS disse...

LINDO O QUE VC ESCREVEU PARA SUA MÃE, CHEGUEI ATÉ ME EMOCIONAR LINDO MESMO.